Preço de imóvel usado cresce o dobro da inflação

Apesar de todas as atenções dos investidores estarem sempre voltadas para os lançamentos, os imóveis usados têm sido uma grande opção para aplicar o dinheiro.

Em 14 das 16 cidades pesquisadas o aumento nos preços anunciados do metro quadrado foi maior que a inflação em 2013 (Foto: Banco de Imagens / Think Stock)

Isso porque o preço médio do metro quadrado dos imóveis residenciais usados cresceu mais do que o dobro da inflação registrada no ano.

Segundo o Índice FipeZap, enquanto os valores dos imóveis à venda nas 16 cidades pesquisadas acumularam alta de 7,3% em julho em relação a janeiro, a variação do IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), referência para medir a inflação oficial no país, foi de 3,52% no mesmo período de comparação.

Em 14 das 16 cidades pesquisadas o aumento nos preços anunciados do metro quadrado foi maior que a inflação em 2013.

Ainda segundo o índice, os imóveis usados em Curitiba anotaram a maior alta no acumulado do ano, com 18,5%. A valorização, aponta o levantamento, foi impulsionada pelos bairros de Água Verde e Bigorrilho.

“Estes lugares têm um peso maior no índice e, por isso, puxaram a média da capital paranaense para cima. Mas, temos de entender que é um cenário de recuperação. No ano passado, Curitiba estava muito abaixo da média nacional”, explicou Eduardo Zylberstajn, coordenador do FipeZap.

Após Curitiba, as principais altas nos preços dos usados foram verificadas em Vitória (10,1%), Rio de Janeiro (9,3%), e Florianópolis (8,1%). Já São Paulo acompanhou a média nacional e subiu 7,3%.

Na contramão deste cenário, Brasília, com 1,4%, e Belo Horizonte, com 1,8%, registraram o menor aumento no mesmo intervalo analisado.